Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

 

Sandoval Luiz de Oliveira

(Famoso Atleta do Futebol Brasileiro)

 

        Sandoval Luiz de Oliveira, natural de Porto da Folha, nasceu dia 19/10/1969.

          No campo do Guarani e outros locais de disputa de jogos infantis, observadores do bom futebol aplaudiam as jogadas de Sandoval, que se destacava diante de outros garotos de sua época.

          O talentoso jovem logo mais foi apresentado a um dos grandes times da capital. No Clube Esportivo Sergipe teve início sua carreira profissional em 1988, onde permaneceu até 1993. A partir daí, o sucesso lhe trouxe novas perspectivas. Sandoval deixou o nordeste em 1994 para defender o Rio Branco de Americana/SP, sendo de fato aplaudido pela torcida daquela equipe, sobretudo por se destacar no campeonato paulista. Por empréstimo foi defender o Guarany de Campinas/SP na disputa do Brasileirão, o Bugre chegou ao fim do campeonato num festejado terceiro lugar.

          Retornou ao Rio Branco e foi novamente emprestado, desta vez ao Goiás/GO, que terminou o campeonato goiano de 1995 numa posição razoável graças ao empenho deste atleta.         

           Em 1996, foi contratado pelo São Paulo FC. O time paulista, bi-campeão no início da década, não fez uma bela campanha ao longo deste ano, isso fez ofuscar um pouco o desempenho do “Meia” Sandoval.   

          No ano seguinte, 1997, através de empréstimo, Sandoval passou a defender o Internacional de Porto Alegre/RS, onde fez belíssima campanha contribuindo para a conquista do campeonato gaúcho “Gauchão” deste ano.

          De forma idêntica, Sandoval conquistou a torcida do Colorado na disputa do “Brasileirão”, deixando a equipe em terceiro lugar no campeonato.

          Sem dinheiro para contratar o jogador em definitivo, o Internacional teve que devolvê-lo ao São Paulo.

          Em meados de 1998, Sandoval foi transferido para o Curitiba onde fez boa campanha no Brasileirão, parando nas quartas-de-final.

          Em 1999, foi para o Atlético Paranaense. Sua passagem pelo Furacão foi marcada pela conquista da Seletiva da taça Libertadores, disputada somente naquele ano.

          Em 2000, retornou ao Guarani, dessa vez, com mais discrição. Jogou ainda no Vitória/BA, Santo André/SP, América de Rio Preto/SP e encerrou a carreira em 2005 no Guarani de Porto da Folha-SE.

 

Palavras do atleta:

"Fiquei desgostoso com a falta de caráter de alguns cartolas de Santo André e América, que não me pagaram o que prometeram. Além disso, senti várias contusões musculares enquanto jogava. Por isso resolvi parar”.

          Casado, pai de três filhos, Sandoval mora na cidade natal. Vive dos rendimentos dos bens que adquiriu graças à bola, um deles um terreno onde cria cavalos. "Passo boa parte do meu tempo lá, dando comida e banho aos animais. Mas ainda participo de várias peladas.

          Diante de tais circunstâncias, de luta e bravura. Sandoval é e sempre será um filho ilustre desta terra.

Fonte: variados blogs e colunas desportivas .