Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

 

 

Francisco Xavier de Argolo

(Coronel da PM/SE)

 

 

          Francisco Xavier de Argolo, natural de Porto da Folha, nasceu no dia 24/01/1928, filho de Luiz Francisco de Argolo e dona Maria Francisca de Argolo.

          Em 1946, aos 18 anos de idade, Francisco Xavier de Argolo ingressou na PM/SE. Dois anos depois foi promovido a cabo, e em 1950 foi promovido a 3º sargento, iniciando a seguir, com 15 colegas, o curso preparatório, equivalente ao antigo curso ginasial, pré-requisito para o curso de formação de oficiais. Sua declaração de Aspirante a Oficial se deu em 1953, e em 1955 recebeu a promoção de 2º Tenente; um ano depois foi promovido a 1º Tenente. Em 1958 foi promovido a Capitão, em 1961 promovido a Major, e em 05/11/1962 promovido a Tenente-Coronel. Em 07/03/1969, aos 41 anos de idade, veio a alcançar com méritos a patente de Coronel.

          Durante sua estadia na Polícia Militar de Sergipe, o Coronel Argolo exerceu diversos cargos, entre os quais: Assistente Militar da Secretaria de Segurança Pública; Encarregado do Policiamento da Capital e do Interior;  Subcomandante e Chefe do Estado Maior da PM; instrutor de Cursos (CFO e CAO); Presidente da Caixa Beneficente da PM; Chefe do Gabinete Militar do Governo; Delegado Especial da Secretaria de Segurança Pública.

          O Coronel Francisco Xavier de Argolo passou para a reserva remunerada em 1979; viveu a maior parte de sua vida em Aracaju; faleceu na capital aos 82 anos dia 02/08/2010 (falência múltipla de órgãos), onde no dia seguinte foi sepultado com honras militares.

          Em retribuição aos bons serviços prestados a Segurança Pública de Sergipe, o Coronel Argolo é considerado Filho Ilustre de Porto da Folha.

Obs.: O resumo biográfico em referência foi transcrito do livro “Porto da Folha – Fragmentos da História e Esboços biográficos, páginas 186 e 187” de Manoel Alves de Souza.