Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Ilustres

Quartel Central da PM/SE

 

 

André Lucas

(Coronel da PM/SE)

 

 

          André Lucas nasceu na cidade de Porto da Folha, em 08/10/1935, filho do Sr. Antônio Pedro Lucas e dona Maria José da Silva Lucas.

          Por falta de opções na terra natal, ingressou na Polícia Militar em 1958, na gestão do governador Leandro Maciel; promovido a cabo em 1959, a terceiro sargento em 1961 e, a seguir, iniciou o curso de Formação de Oficiais, sendo qualificado como Aspirante a Oficial em 1965; promovido a 2º Tenente em 1966, e a 1º Tenente em 1969. André Lucas foi promovido a Capitão em 1978, e a Major em 1982; posteriormente,em 1985 promovido a Tenente Coronel, vindo a conquistar a patente de Coronel em 1988.

          Durante sua estadia na PM/SE exerceu várias funções, entre elas, comandante do destacamento de Capela; quando no posto de Capitão esteve a frente do comando de diversas companhias; quando Major chefiou várias unidades do Estado Maior da PM; no posto de Tenente Coronel, por ser mais antigo na época, foi nomeado Chefe do Estado Maior e Subcomandante da PM, posteriormente assumiu de Comandante de Policiamento do interior e da Capital, e por último: Chefe de Segurança do Governador do Estado.

          Dentre a vida militar, poder ser enumeradas várias funções civis exercidas pelo Coronel André Lucas: Inspetor de Ordem Política e Social do Estado de Sergipe; Delegado Regional de Polícia de Estância e Itabaiana, por três vezes; de Lagarto, Propriá e Capela por duas vezes; e uma vez em Maroim, Itabaianinha, Riachuelo, Laranjeiras e Barra dos Coqueiros; também foi Delegado da Capital em três delegacias, e Superintendente da Polícia Civil em determinada ocasião.

          Meio ao exercício de alguns cargos, André Lucas formou-se técnico em contabilidade pela Escola Técnica de Comércio de Sergipe e estudou Ciências Contábeis na Universidade Tiradentes, não chegando a concluir este curso.

          O Coronel André Lucas passou para a reserva remunerada, a pedido, em 1993, concluindo assim sua importante missão na vida pública. Em louvor ao esforço, dedicação e conquistas deste bravo guerreiro, A população de Porto da Folha confere a André Lucas o título de Filho Ilustre desta terra.

 

OBS.: O texto em referência foi transcrito do livro ‘Porto da Folha – Fragmentos da História e Esboços Biográficos’ de Manoel Alves de Souza.