Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

 

 

Antônio Pereira FeitosaAntônio Pereira FeitosaPRIMEIRA ADMINISTRAÇÃO ANTÔNIO PEREIRA FEITOSA

 

          De janeiro de 1971 a janeiro de 1973 a Prefeitura de Porto da Folha ficou a cargo do novo líder Antônio Pereira Feitosa, eleito em 15/11/1970, tendo como vice o Sr. Manoel de Souza Lima.

          Tonho de Caio ou Toínho (nomes por que era conhecido na região) disputou pela Arena e superou o forte adversário José Alves Aragão, concorreram também ao cargo neste pleito o Sr. Ranulfo de Souza Rito (MDB-1) e Manoel de Souza Rito (MDB-2).

          O período desta gestão coincide integralmente com a fase inicial de Paulo Barreto de Menezes (1971-1975) na governança de Sergipe.

          A durabilidade deste mandato de Antônio Pereira Feitosa foi muito curta, praticamente não houve condições para execução de obras, mas aconteceram vários planejamentos, entre eles o da demolição do velho mercado municipal, espaço onde hoje se acha a praça do comércio. 

          O legislativo local contou neste período com os seguintes vereadores eleitos: Adilson Vieira de Aragão, Francisco Alves Lima, João Batista da Silva, José Alves Pereira, José Luís de Souza, José Pereira Valença e José Vieira da Silva.

          Nota-se que a gestão não foi de quatro anos como era prevista. A abreviação se deu pelo fato de ter entrado em vigor o efeito da Lei Federal 5782, de 06/06/1972, imposta pelo Presidente Emílio Garrastazu Médice, a qual veio modificar as normas que eram favoráveis ao bipartidarismo ocasional, antecipando as eleições municipais para o dia 15 de novembro deste mesmo ano de 1972 em todo o país.

          Apesar do encolhimento do mandato, a gestão do portofolhense Antônio Pereira Feitosa foi considerada satisfatória pela população.