Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

 

 ELEIÇÕES ESTADUAIS

DE 1947

         

  Finalmente é chegado o glorioso dia 19 de janeiro de 1947, pleno domingo de euforia em todo Estado de Sergipe. 

          A cidade de Porto da Folha amanheceu em festa, pois acontecia ali eleições para os cargos de governador, senador e deputados estaduais e federais, cujo pleito se processou dentro da normalidade prevista. José Rollemberg Leite obteve no município 614 votos e Luiz Garcia 222. No Estado de Sergipe a apuração apresentou o seguinte resultado: José Rollemberg Leite: 40.827 votos; Luiz Garcia: 25.793 votos.

           Mesmo diante da grande rejeição, o coronel Augusto Maynard Gomes foi eleito senador com 38.225 votos, superando os 26.466 conquistados pelo forte oponente Maurício Graccho Cardoso. Na ocasião também foram eleitos os deputados federais: Carlos Waldemar Acioli Rollemberg e Godofredo Diniz Gonçalves, também foram eleitos os deputados estaduais: José Corrêa dos Santos (2.383 votos), Manoel Francisco Teles (1.694), Martinho Dias Guimarães (1.227), José de Carvalho Déda (1.134), Antônio Franco filho (1.609), Edélzio Vieira de Melo (1.997), Jocelino Emílio de Carvalho (1.358), Lourival Batista (1.303), Pedro Diniz Gonçalves Filho (1.233), Edgar Britto (1.173), João de Seixas Dória (1.065), Moacyr Sobral Barreto (1.502), Silvio Teixeira (1.346), Pedro Soares (1.230), Pedro Medeiros Chaves (1.146), Flávio Menezes Prado (1.042), Armando Domingues da Silva (657), Orlando Vieira Dantas (507) e Francisco de Araújo Macedo (561). Importante anotação porque estes foram constitucionalistas marcantes na história de Sergipe.

          Nove meses após este acontecimento, os eleitores de Porto da Folha compareceram novamente às urnas, desta vez para eleger o prefeito e vereadores.