Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

 

ADMINISTRAÇÃO

ANTÔNIO GONÇALVES DÓRIA

 

Totoínho DóriaTotoínho Dória

 

           A primeira eleição municipal propriamente dita aconteceu em Porto da Folha quarta-feira dia 19 de outubro de 1947, na qual concorreram 04 candidatos: Antônio Gonçalves Dória "Totoínho Dória" representando o (PSD); Manoel de Souza Lima “Manezinho delegado” (PR);  Cícero Gerônimo Poderoso “Cícero Gabino” (UDN), e Francisco Alves Feitosa (Sinhozinho Bahia) pelo PTB. O eleitorado portofolhense, envolvido pelo clima eufórico do momento, comemorou o fim do período interventivo que lhe havia privado durante longo período o direito de escolher livremente seus representantes. A população agradeceu a Deus pela nova mudança política.

           O resultado somente foi confirmado na tarde do dia seguinte, cuja apuração se deu na cidade de Gararu em face do termo judiciário local se achar anexo àquele município. O resultado surpreendeu a população ao apontar uma diferença de 13 votos favorável a Totoínho Dória, deixando Manezinho em segundo lugar.

          O mecanismo da apuração em Gararu jamais foi aceito como correto pelos eleitores do PR no município, visto que Manezinho era o mais cotado segundo opinião pública.      

          Com o veredicto final, Antônio Gonçalves Dória (PSD) foi agraciado com título de primeiro prefeito eleito por voto popular constitucional. 

          Comportando-se como austero e disposto, Antônio Gonçalves Dória gerenciou o município entre 1947 e 1951, igualando sua gestão ao período mandatário do governador José Rolemberg Leite, o primeiro governo sergipano eleito por voto popular após fase interventiva.

          Totoínho conquistou posição de destaque ao introduzir luz motor na cidade. Entre outras conquistas estão: o início do calçamento parcial, com lajotas de pedra, da Rua Cel. João Fernandes; instalação do serviço de alto-falante e abertura de estradas. Totoínho, enfim, concluiu com êxito sua gestão, tendo sido, de fato, o primeiro prefeito constitucionalista eleito pelos buraqueiros.

        Antônio Gonçalves Dória, portofolhense nascido em 1901, era filho de Domingos Gonçalves Dória e Maria da Conceição Dória; se destacou como político e médio proprietário de terras; fez transitar pelas ruas de Porto da Folha o segundo automóvel, bem como foi o mentor responsável pela construção da primeira rodagem ligando Porto da Folha a Poço Redondo. 

Totoínho faleceu dia 17 de junho de 1983 sem deixar descendente.

Fonte: Joaquim Santana Neto (diversas pesquisas).        

onteúdo